CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Bolsonaro xinga governadores de SP e do Rio e o prefeito de Manaus

O presidente Jair Bolsonaro xingou os governadores Doria e Witzel pela aplicação de medidas de isolamento social e o prefeito de Manaus por abrir covas para mortos pela Covid. Bolsonaro xinga governadores de SP e do Rio e o prefeito de Manaus Além de dar visibilidade ao trecho que está no centro da denúncia de Sergio Moro, a divulgação do vídeo revelou posturas do presidente e de seus ministros que chocam pela crueza e inadequação. Um exemplo: em plena pandemia, o presidente usou a reunião para criticar a ação de governadores e prefeitos diante do crescimento da doença no país. Um mês atrás, quando a reunião ocorreu, São Paulo tinha quase 16 mil casos e mais de 1.100 mortos. O estado do Rio, 5.500 doentes com quase 500 óbitos. Bolsonaro também criticou o prefeito de Manaus, em um momento em que a capital do Amazonas tinha quase 2 mil casos e 172 mortes. Segundo o presidente, os governadores não visavam a proteger as vidas, tinham objetivos ideológicos. “O que os caras querem é a nossa hemorroida! É a nossa liberdade! Isso é uma verdade. O que esses caras fizeram com o vírus - esse bosta desse governador de São Paulo, esse estrume do Rio de Janeiro, entre outros -, é exatamente isso. Aproveitaram o vírus. Está um bosta de um prefeito lá de Manaus agora, abrindo covas coletivas. Um bosta. Que quem não conhece a história dele, procure conhecer, que eu conheci dentro da Câmara, com ele do meu lado, né? E nós sabemos a ideologia dele e o que ele prega. E quem ele sempre foi. Está aproveitando agora, um clima desse, para levar o terror no Brasil". O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, divulgou nota em que diz que Jair Bolsonaro exibe despreparo e vulgariza a instituição que deveria saber honrar. Arthur Virgílio chama de criminoso o boicote do presidente ao isolamento social e diz que Bolsonaro é "cúmplice de tantas mortes causadas pelo Covid-19". O governador de São Paulo escreveu numa rede social que o Brasil está "atônito com o nível da reunião ministerial. Palavrões, ofensas e ataques a governadores, prefeitos, parlamentares e ministros do Supremo demonstram descaso com a democracia, desprezo pela nação e agressões à institucionalidade da presidência da república". João Doria diz que trata-se de lamentável exemplo em meio à maior crise de saúde da história do país e diante de milhares de vítimas: "A falta de respeito de Bolsonaro pelos poderes atinge a honra de todos. Sinto na pele seu desapreço pela independência dos poderes e espero que num futuro breve o povo brasileiro entenda que, do que ele me chama, é essencialmente como ele próprio se vê".


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/05/22/bolsonaro-xinga-governadores-de-sp-e-do-rio-e-o-prefeito-de-manaus.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.