CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

China aprova texto preliminar de lei para reprimir protestos em Hong Kong

A decisão em Pequim dividiu o Parlamento do território, que tem uma certa autonomia desde que foi devolvido pelos britânicos em 1997. Partido comunista chinês aprova projeto de lei para reprimir protestos em Hong Kong O Partido Comunista chinês aprovou, nesta sexta-feira (22), um projeto de lei para reprimir protestos em Hong Kong. A decisão em Pequim dividiu o Parlamento do território, que tem uma certa autonomia desde que foi devolvido pelos britânicos em 1997. Seria, para o governo central, uma forma de proteger Hong Kong da ameaça de separação - e uma resposta aos protestos por mais liberdade que se prolongaram por sete meses em 2019, com diversos confrontos entre manifestantes e policiais. Ativistas locais pró-democracia dizem que o medo da China é uma vitória esmagadora da oposição nas eleições legislativas marcadas para setembro e que a nova lei pode representar o fim da Hong Kong atual. O projeto de Pequim também gerou fortes críticas internacionais. O Reino Unido pediu que a autonomia de Hong Kong seja respeitada. Já o presidente americano, Donald Trump, prometeu que vai reagir de maneira muito dura a qualquer ameaça aos direitos do território. Pequim respondeu dizendo que não admite a interferência de nenhum país em assuntos internos chineses.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/05/22/china-aprova-texto-preliminar-de-lei-para-reprimir-protestos-em-hong-kong.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.