CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Isolamento social dá tempo para ampliar leitos e evitar colapso na saúde, avalia coordenador de urgência de Salvador

Até esta sexta-feira (22), capital baiana já tem 75% dos leitos de UTI e 85% dos leitos de enfermaria ocupados. Prefeitura prevê colapso na saúde da capital baiana para quarta-feira da semana que vem As medidas de restrição e isolamento social têm surtido efeito para o adiamento do colapso de leitos do sistema de saúde de Salvador. Apesar disso, a capital já tem 75% dos leitos de UTI e 85% dos leitos de enfermaria ocupados. O coordenador de Urgência e Emergência de Salvador, Ivan Paiva, explica que as ações para diminuir a transmissão têm ajudado diretamente a evitar a lotação das Unidades de Tratamento Intensivo dos hospitais. "Todas as medidas de restrição e de isolamento social, principalmente nos bairros onde nós temos ações para diminuir o risco de transmissão, têm ajudado muito a gente a postergar [o colapso]", explica Ivan Paiva. Segundo ele, o adiamento é importante para que a prefeitura consiga ampliar os leitos em hospitais de campanha a tempo. "A gente gostaria muito de que essa saturação não acontecesse, e todos os esforços do município, da Secretaria Municipal de Saúde e da prefeitura, são para que a gente empurre o máximo possível essa data para frente e que ela possa até mesmo não acontecer. Isso tem dado tempo de nós ampliarmos os leitos e irmos ativando gradativamente, para que possamos atender a toda essa demanda de pacientes graves que estão chegando na nossa rede de assistência", detalha. Alguns hospitais como o Santa Izabel, Português, da Bahia e Municipal, já estão com 100% de ocupação dos leitos de UTI. Outras unidades, como o hospital de campanha do Wet'n Wild, Hospital Martagão Gesteira, Couto Maia, Ernesto Simões, Memorial Itaigara ainda possuem vagas. O coordenador explica ainda a importância de procurar o atendimento adequado ao sintoma que está sentindo, para evitar a lotação e maior chance de contágio nos hospitais. "Hoje nós temos 144 unidades da rede de atenção primária que estão em pleno funcionamento. Durante a semana, quem tiver com sintomas leves pode procurar nossas unidades de atenção primária. E tem também a rede de pronto atendimento, são 15 unidades para ampliar o atendimento e segregar o fluxo, para a gente separar os pacientes que têm as doenças que sempre existiram, como problemas respiratórios convencionais que não sejam Covid-19, infarto, e outras doenças que não têm risco de transmitir", explicou. Veja mais notícias do estado em G1 Bahia.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/05/22/isolamento-social-da-tempo-para-ampliar-leitos-e-evitar-colapso-na-saude-avalia-coordenador-de-urgencia-de-salvador.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.