CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Bolsas da Europa fecham em queda, acompanhando NY após dados econômicos

O índice pan-europeu Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,75%, o FTSE 100, índice de referência da bolsa de Londres, recuou 0,86%, e o DAX, de Frankfurt, caiu 1,41%. As bolsas europeias devolveram os ganhos vistos em alguns momentos da sessão desta quinta-feira (21) e fecharam em queda, acompanhando a piora do humor em Nova York após a divulgação dos dados do mercado de trabalho americano. O índice pan-europeu Stoxx Europe 600 fechou em queda de 0,75%, a 340,26 pontos. O FTSE 100, índice de referência da bolsa de Londres, recuou 0,86%, a 6.015,25 pontos, enquanto o DAX, de Frankfurt, caiu 1,41%, a 11.065,93 pontos, e o CAC 40, de Paris, cedeu 1,15%, a 4.445,45 pontos. Em Milão, o FTSE MIB fechou em queda de 0,73%, a 17.087,06 pontos, e o Ibex 35, de Madri, anotou leve avanço de 0,04%, a 6.686,10 pontos. Os índices chegaram a operar brevemente em alta, acompanhando a abertura positiva em Nova York, mas voltaram a cair após a divulgação dos dados do mercado de trabalho americano (o chamado "payroll"), também acompanhando a piora do sinal em Wall Street. O número de pessoas entrando com pedidos iniciais de seguro-desemprego nos Estados Unidos continuou a cair na semana passada, com dados do Departamento do Trabalho americano indicando que mais 2,438 milhões de pessoas entraram com pedidos na semana encerrada em 16 de maio. Este é o menor aumento semanal desde março, mas o número continua alto e o total de pedidos desde o início da crise já ultrapassa os 38 milhões. PMIs Os índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) também indicaram melhora da atividade, mas ainda a níveis muito deprimidos. De acordo com dados preliminares divulgados pela IHS Markit, o PMI industrial dos EUA subiu para 39,8 pontos neste mês, de 36,9 em abril, enquanto o do setor de serviços avançou para 36,9 pontos, do nível mais baixo da história de 26,7 em abril. Ambos os indicadores superaram levemente as expectativas, mas continuam bem abaixo dos 50 pontos e firmemente em terreno de contração. Na Europa, o PMI composto (indústria e serviços) da zona do euro subiu de 13,5 pontos em abril para 30,5 em maio, na leitura preliminar. A leitura também superou expectativa de consenso, que era de leitura de 24,0 pontos, mas também ficou firmemente em terreno de contração. As perdas nas bolsas europeias foram generalizadas, com todos os setores do Stoxx 600 fechando em queda. As ações dos bancos, de maior peso no índice, recuaram 1,99% na sessão. Mais cedo, os índices operavam em queda com os investidores à espera da aprovação pelo Senado dos EUA de uma nova legislação, que pode impedir muitas empresas chinesas de listar ações em bolsas americanas ou de angariar fundos de investidores americanos. O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que a incompetência da China [em lidar com o novo coronavírus] é responsável por “mortes em massa no mundo”. Feriado na Europa afrouxa isolamento social


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/05/21/bolsas-da-europa-fecham-em-queda-acompanhando-ny-apos-dados-economicos.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.