CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

RJ vai implantar novo protocolo de tratamento para pacientes de Covid-19, com tratamento em fase inicial da doença

Protocolo é baseado em experiência do novo secretário no Hospital Gafrée e Guinle. Especialista faz ressalvas. Estado vai ter novo protocolo para tratar pacientes de Covid-19; especialistas comentam O estado do Rio vai ter um novo protocolo para tratar doentes de Covid-19. O novo protocolo foi anunciado na primeira entrevista de Fernando Ferry como secretário de saúde. Ele disse que o tratamento dos pacientes da Covid-19 mudou nos últimos meses e agora a orientação é iniciar o atendimento mais cedo. Até agora, os pacientes eram internados em um estado mais avançado da doença. "O protocolo hoje é 'tome dipirona, vá para casa e se faltar ar você volta para cá'. Quando ele volta ele está com 50% a mais [de infecção] no pulmão. A falta de ar piora e esse paciente vai ser entubado. Então nós temos que tratar esse paciente de maneira muito precoce. Aprendemos isso”, disse Ferry. O secretário Fernando Ferry disse que os pacientes devem observar o avanço dos sintomas. “Essa doença tem a fase 1 durante de 5 a 7 dias, que são a fase inicial dos sintomas. O nariz fica úmido, a garganta dói, dá dor no corpo, dá dor de cabeça, começa a ter febre, uma febre normalmente baixa, 38, 38 e meio”, explicou. A secretaria vai recomendar antibióticos e medicamentos como anticoagulantes e corticóides que, segundo Ferry, vem sendo estudados com bons resultados. O objetivo da mudança é reduzir a necessidade de tratamento intensivo, antes que o vírus chegue a comprometer o funcionamento dos pulmões. Fernando Ferry pretende usar um modelo que , segundo ele, deu certo no hospital Grafrée e Guinle, onde era diretor “Então esse protocolo não é nenhum protocolo extraordinário. Um protocolo simples. E que isso é discricionário do médico. Se o médico acha que esse protocolo não serve, e que ele espera 50% para internar o paciente, a responsabilidade é dele. Mas eu atendi 30 pacientes, construí um CTI no Gaffrê Guinle, nós já rodamos lá cerca de 90 pacientes, e nós tivemos 12 óbitos. E os 12 óbitos foram de pacientes que vieram de fora, transferidos já com 80% ou mais do pulmão comprometido. E aí não tem médico que dê jeito. Você vê o que tá acontecendo nos Estados Unidos. E a gente então já tá tendo alta dos pacientes e a internação precoce vai salvar as vidas. Nós temos certeza”, lembrou. O RJ2 pediu explicações a Secretaria de Saúde para saber em que momento os pacientes devem procurar o hospital. A assessoria respondeu que esse e outros detalhes vão ser informados no protocolo que vai ser detalhado nos próximos dias. O pneumologista Humberto Bogossian, do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, concorda com a necessidade de iniciar o tratamento mais cedo, mas alerta para a necessidade de fazer exames de tomografia, nem sempre disponíveis na rede pública e para o risco de medicamentos que ainda são objeto de estudo. “Eu acho que é muito complicado hoje em dia você protocolar um tratamento que ainda não tem um embasamento científico bem comprovado. Mesmo sendo uma doença muito recente”, disse o médico. “O problema da tomografia é ela estar disponível para todo mundo. Não é um exame barato e nem tem aparelhos, assim, pelo menos até onde eu sei, os aparelhos não são tão disponíveis. Pode ser que você gere uma superocupação de hospitais e às vezes pode faltar leito pra quem realmente precisa”, finalizou. Initial plugin text


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/05/20/rj-vai-implantar-novo-protocolo-de-tratamento-para-pacientes-de-covid-19-com-tratamento-em-fase-inicial-da-doenca.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.