CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Vigilância de SC pede que frigorífico de Concórdia teste funcionários para coronavírus

Empresa deve fazer testagem em 5,7 mil trabalhadores. MPT-SC diz que 144 empregados já foram confirmados com a doença desde o início da pandemia. Vigilância Sanitária Estadual determina testagem de trabahadores da Agroindústria A Vigilância Sanitária de Santa Catarina determinou que a BRF faça testes para coronavírus em todos os 5.740 trabalhadores do frigorífico de Concórdia, no Oeste do estado. Os funcionários que tiverem resultado positivo para Covid-19 precisarão ser afastados. O Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SC) informou nesta quarta-feira (20) que 144 empregados já foram confirmados com a doença desde o início da pandemia. A medida foi anunciada pela Vigilância Sanitária na segunda (18) em reunião na cidade com representantes da empresa, do município, do MPT-SC e do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O G1 aguardava manifestação da BRF sobre o caso até a publicação desta notícia. O Sindicato da Alimentação de Concórdia e Região (Sintrial) afirmou que a empresa já está fazendo testes em funcionários que apresentem algum sintoma da doença e que nos próximos dias deve começar a fazer o exame em todos os trabalhadores. Após aumento de casos de Covid-19 em trabalhadores, agroindústrias reforçam protocolos Frigorífico em Ipumirim é interditado por irregularidades na prevenção ao novo coronavírus Trabalhadores de frigoríficos são mais da metade do número de casos de Covid-19 em cidade de SC Procedimento De acordo com o MPT-SC, a empresa precisa afastar 50% dos funcionários da unidade para que eles façam o teste, com acompanhamento da Vigilância Sanitária. Os trabalhadores que apresentarem sintomas e tiverem resultado positivo precisam ficar em quarentena por 14 dias. Os que não estiverem com sintomas, mas testarem positivo para a doença, ficarão afastados por sete dias. Após essa etapa, a outra metade dos empregados deve fazer o teste, no mesmo formato. Os trabalhadores que não tiverem sintomas e o exame der negativo podem voltar aos postos normalmente. O MPT-SC também informou que a BRF tem um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado com o órgão nacionalmente para adotar medidas de controle da transmissão do vírus. O Ministério Público do Trabalho também tem um inquérito civil que investiga a doença nos trabalhadores do frigorífico de Concórdia. O MPT ainda negocia com a empresa a adoção de novas medidas de controle para o retorno ao trabalho da totalidade dos empregados após a testagem. Preocupação no Oeste O número de trabalhadores de frigoríficos diagnosticados com Covid-19 tem crescido no Oeste catarinense. Em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina desta quarta-feira (20), o presidente da Associação Brasileira Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, adiantou que o protocolo nacional, já estabelecido, será reforçado em Santa Catarina por meio de decreto. Na segunda, um frigorífico de aves em Ipumirim, cidade próxima a Concórdia, foi interditado após a Subsecretaria de Inspeção do Trabalho, vinculada ao Ministério da Economia, identificar irregularidades na prevenção a Covid-19. Veja mais notícias do estado no G1 SC


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/campo-e-negocios/noticia/2020/05/20/vigilancia-de-sc-pede-que-frigorifico-de-concordia-teste-funcionarios-para-coronavirus.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.