CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Vigia que matou sem-teto em BH agiu em legítima defesa, diz polícia

O homem morreu após tentativa de roubo seguida de homicídio, no dia 21 de abril, no bairro Santo Antônio. A Polícia Civil anunciou nesta quarta-feira (20) a conclusão das investigações sobre uma tentativa de roubo seguida de homicídio, no dia 21 de abril, no bairro Santo Antônio, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. No mesmo dia, segundo a polícia, a equipe de investigadores localizou um homem de 60 anos, vigia da Rua Leopoldina. Ele contou a versão dos fatos que foram confirmadas pelas imagens de câmeras de segurança. De acordo com o apurado, o vigia realizava o turno de trabalho quando foi surpreendido por um homem de 40 anos, sem-teto, que invadiu a cabine tentando roubar, usando uma faca, celular e dinheiro. Os dois entraram em luta corporal e o vigia conseguiu tomar a faca do homem e o golpeou uma vez na perna direita atingindo, conforme laudo do Instituto Médico Legal (IML), a artéria femoral. Durante a apuração foi identificado um comparsa do suspeito. O homem, que ajudaria na fuga, foi indiciado por tentativa de roubo. Já em relação ao vigia, ficou comprovado pela investigação que ele agiu em legítima defesa e, por isso, não será indiciado. O inquérito foi concluído e encaminhado à justiça. Sem-teto foi esfaqueado na capital.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2020/05/20/vigia-que-matou-sem-teto-em-bh-agiu-em-legitima-defesa-diz-policia.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.