CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Bolsonaro afirma que Pazuello fica 'por muito tempo' no Ministério da Saúde

Presidente deu a declaração ao conversar com profissionais de limpeza urbana em Brasília. General comanda ministério de forma interina desde a saída de Nelson Teich. O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (20) que o general Eduardo Pazuello, que responde de forma interina pelo Ministério da Saúde, ficará “por muito tempo” à frente da pasta. Ainda de acordo com o presidente, o general, que não tem formação na área de saúde, vai ser auxiliado no ministério por uma “equipe boa” de médicos. Bolsonaro deu a declaração ao conversar com profissionais de limpeza urbana que trabalhavam em um trevo próximo ao Palácio da Alvorada, em Brasília. General da ativa do Exército, Pazuello foi nomeado secretário-executivo do ministério – segundo cargo na hierarquia da pasta – e está como ministro de forma interina desde a semana passada, quando Nelson Teich pediu demissão. Bolsonaro e Pazuello discutem mudanças no tratamento contra o novo coronavírus Nesta quarta, o presidente foi perguntado na conversa com profissionais de limpeza se já havia escolhido o novo ministro da Saúde. Bolsonaro respondeu que não, e falou sobre o futuro de Pazuello. “Ele [Pazuello] vai ficar por muito tempo esse que tá lá. Não vai mudar não. Ele é um bom gestor, vai ter uma equipe boa de médicos abaixo dele". Pazuello foi escolhido número 2 da Saúde por sua experiência em logística, já que comandou a "Operação Acolhida", que recebe em Roraima os venezuelanos que entram no Brasil. Cloroquina Com Pazuello à frente da pasta, o Ministério da Saúde divulgou nesta quarta o protocolo que libera no SUS o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina até para casos leves de Covid-19. Até então, o protocolo previa os remédios para casos graves. Infectologista analisa protocolo do governo que libera o uso de cloroquina O documento do governo afirma que não há garantia de cura e que o medicamento pode até levar à morte; nenhuma autoridade assina protocolo. A chegada de Pazuello ao ministério também marcou uma militarização da pasta.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/05/20/bolsonaro-afirma-que-pazuello-fica-por-muito-tempo-no-ministerio-da-saude.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.