CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Moradores da Favela de Acari afirmam que jovem foi torturado e morto durante operação policial

Iago César dos Reis Gonzaga, de 21 anos, foi baleado durante uma operação e sofreu violência policial, segundo moradores. PM não comentou as denúncias. Moradores de Acari afirmam que jovem foi torturado e morto por policiais militares Moradores da Favela de Acari, na Zona Norte do Rio, afirmam que um jovem foi torturado e morto por policiais militares. Iago César dos Reis Gonzaga, de 21 anos, foi baleado durante uma operação e sofreu violência policial, segundo uma tia do rapaz. “Todo mundo diz que ele foi torturado a faca, sufocado com o saco plástico, enrolado no lençol e jogado na caçamba do carro e retirado da comunidade”, disse a tia, que não se identificou por motivos de segurança. Segundo os relatos, o episódio aconteceu às 5h de segunda-feira (18), quando policiais do Bope e do Batalhão de Choque da Polícia Militar entraram na comunidade. “Foi uma operação de um cunho bem violento. A gente recebeu algumas mensagens de moradores falando sobre invasões de domicílios, agressões físicas a moradores”, disse Buba Aguiar, integrante do coletivo social Fala, Acari. O jovem desapareceu e os familiares se dividiram para percorrer delegacias, hospitais e institutos médicos legais (IMLs) em busca de informação. O corpo de Iago só foi encontrado nesta terça-feira (19) no IML do Rio de Janeiro. A família ainda não tinha a documentação para fazer o funeral. “É inadmissível que em meio a uma pandemia mundial de um vírus como o coronavírus que é de fácil contaminação, o povo das favelas do Rio de Janeiro esteja vendo apenas a política de confronto entrar nos seus territórios. É inadmissível e é muito triste isso”, completou Buba Aguiar. A Polícia Militar informou que informou que fazia policiamento na Favela de Acari, quando bandidos atacaram e os policiais revidaram. Dois suspeitos foram baleados e levados para o Hospital Carlos Chagas. A PM não informou se Iago Cesar é uma das vítimas e não comentou as denúncias. Menino de 14 anos é morto a tiros dentro de casa Um adolescente de 14 anos foi baleado e morto durante uma operação conjunta da Polícia Federal, com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, na noite desta segunda-feira (18). Adolescente de 14 anos é morto em operação policial no Salgueiro, em São Gonçalo A família do adolescente João Pedro Mattos Pinto estava sem notícias dele até a manhã desta terça-feira (19), quando foi informada da morte. De acordo com relatos de parentes, a polícia invadiu a casa. "Os policiais saíram atirando", escreveu um primo numa rede social. Um dos presentes teria gritado que só havia crianças na residência, deitadas no chão e com as mãos para cima. Imagens mostram a parede de um dos cômodos da casa atingida por uma série de disparos. Neilton Pinto, pai de João Pedro, diz que a polícia interrompeu o sonho de seu filho. "A polícia chegou lá de uma maneira cruel, atirando, jogando granada, sem perguntar quem era. Se eles conhecessem a índole do meu filho, quem era meu filho, não faziam isso. Meu filho é um estudante, um servo de Deus. A vida dele era casa, igreja, escola e jogo no celular".


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2020/05/19/moradores-da-favela-de-acari-afirmam-que-jovem-foi-torturado-e-morto-durante-operacao-policial.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.