CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Abertura de novos leitos não consegue acompanhar avanço da Covid-19 no Ceará

Desde o início da pandemia, 500 leitos de UTI foram criados para os pacientes de Covid na rede pública do estado. Mas, em Fortaleza, epicentro da doença, a ocupação continua perto do limite. Abertura de novos leitos não consegue acompanhar avanço da Covid-19 no Ceará A abertura de novos leitos não consegue acompanhar o avanço da doença no Ceará. O avião chegou no fim da tarde desta segunda-feira (18) com respiradores e equipamentos de proteção comprados da China. Com o material, o governo do Ceará pretende abrir mais 200 leitos UTI. O estado tem mais de 26 mil casos e 1.748 mortes. Desde o início da pandemia, 500 leitos de UTI para os pacientes de Covid-19 foram criados na rede pública do estado. Mas, em Fortaleza, epicentro da doença, a ocupação continua perto do limite. Leitos que faltam para os pacientes que estão à espera de transferência nas unidades de pronto atendimento. "A gente tem ampliado e mesmo assim a demanda tem subido junto. Tanto é que a taxa de ocupação, ela é quase equivalente. O que a gente aumenta é exatamente o que amplia. A gente espera que, a partir dos próximos 15 dias, a gente consiga suprir essa demanda para prestar um atendimento da melhor qualidade para as pessoas", disse o secretário de Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho. Dona Raimunda, de 62 anos, está internada com Covid numa UPA. No fim de semana, o quadro dela se agravou e a filha recebeu o seguinte aviso de uma enfermeira: "A gente está aguardando ver se chega material para gente poder fazer a intubação dela ou se a gente consegue a vaga dela da UTI para ela poder ser transferida”. Só no dia seguinte ela foi entubada, mas, ainda não conseguiu a transferência. "Já está com 15 dias que a minha mãe está internada lá e até agora esse leito não apareceu. Eu estou com muito medo de perder minha mãe", disse a manicure Maria Pereira da Silva. Secretaria de Saúde do Ceará declarou que mantém contato com a equipe médica que atende a Dona Raimunda e que está buscando um leito de UTI pra ela.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/05/18/abertura-de-novos-leitos-nao-consegue-acompanhar-avanco-da-covid-19-no-ceara.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.