CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Prefeitura flexibiliza lei Mogi Mais Viva para ajudar comerciantes a divulgarem novos canais de atendimento

Legislação regulamenta a propaganda de comércios na cidade. Mogi das Cruzes flexibiliza Lei Mogi Mais Viva A Prefeitura de Mogi das Cruzes flexibilizou a lei Mogi Mais Viva, que proibia propagandas visuais nas lojas. A iniciativa ajuda os comerciantes que precisam avisar os clientes sobre os novos canais de atendimentos. O comércio ainda não pode abrir e receber os clientes, mas quem vive do setor precisa continuar vendendo. O jeito foi fazer o sistema de delivery e divulgar o contato por meio de cartazes, que ficam afixados nas portas fechadas. Mauro Nizuma tem uma loja de roupas de bebês e de crianças, no Centro, há 20 anos. Desde o começo da pandemia, não deixou de trabalhar, mas foi preciso se adaptar. "De certa forma, os clientes que passam aqui eles tentam fazer uma acesso direto, porém a gente passa as informações dessa propaganda. Com certeza eles ajudam, porém ainda não são suficientes. O faturamento caiu absurdamente. Nós estamos na ordem de quase -85% do faturamento normal, além disso o trabalho se intensificou mais, devido o quadro reduzido de trabalhadores", diz. A lei Mogi Mais Viva entrou em vigor no município em 2010. O objetivo é ordenar o espaço urbano e colocar regras para a publicidade. Com a pandemia, a prefeitura publicou um decreto com a flexibilização, para melhorar a comunicação dos comerciantes com os clientes. A vice-presidente da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) explica que a mudança é importante, mas nem todos os tipos de cartazes podem ser afixados nas portas. "Informar é dizer de que forma o cliente pode adquirir tal produto. Isso é por meio de um número de whatsapp, drive thru. Jamais de forma promocional. Ainda vale o decreto anterior", explica. Com a flexibilização, não há um padrão de tamanho para os avisos e cartazes. "A fiscalização continuou, então eu faço um apelo para os comerciantes usarem o bom senso, na maneira e na forma de se comunicar com o seu consumidor. Pode colocar cartaz na porta, mas sempre falando de forma informativa, ou não promocional. Isso vai ser fiscalizado e punidos", pontua Fádua. Os clientes entendem que esse é um momento difícil para quem vive do comércio e que as divulgações são necessárias. A recepcionista Júlia Ingrid avalia que a flexibilização é importante. "Muitos comércios dependem que entre dinheiro para pagar os funcionários", diz.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2020/05/18/prefeitura-flexibiliza-lei-mogi-mais-viva-para-ajudar-comerciantes-a-divulgarem-novos-canais-de-atendimento.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.