CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Sem seguir lockdown, supermercados vendem celular, revistaria abre e famílias saem para as compras

Flagrantes ocorreram domingo, 17. Lockdown foi adotado para reduzir contaminação por Covid-19 no Pará, que já matou mais de 1300 pessoas e infectou cerca de 15 mil. A população e o empresariado resistem a seguir as regras de lockdown no Pará. No domingo (17), diversos casos de desrespeito ao isolamento social foram autuados pela Polícia Civil. Em Belém, supermercados foram flagrados vendem celular, que não é considerado item essencial; revistarias abriram e famílias saíram para as compras – desobedecendo a orientação de apenas uma pessoa por vez sair de casa para adquirir itens indispensáveis. Aglomeração é um dos meios de maior potencial de contaminação. No total, 55 autuações foram realizadas durante a Operação Lockdown, da Polícia Civil. Somente no interior do Estado, no domingo, foram registradas 20, sendo sete em Castanhal, três em Santa Izabel do Pará, quatro em Breves, quatro em Santo Antônio do Tauá e dois em Vigia de Nazaré. Belém Em Belém, as equipes da Diretoria Estadual de Combate a Corrupção (Decor), Diretoria de Polícia Especializada (DPE) e Diretoria Estadual de Polícia Administrativa (Depa) apuraram 32 denúncias informadas pelo canal 181. As equipes aplicaram ainda 26 advertências e uma multa. Pela manhã, os policiais foram averiguar uma denúncia contra um supermercado localizado no bairro da Cidade Velha e constataram que o estabelecimento estava comercializando aparelhos celulares, considerado produto não essencial. Anteriormente, o item era vendido no magazine da loja. Também foi constatado que o estabelecimento não estava controlando de forma efetiva a entrada de pessoas da mesma família. O grupo de policiais identificou um casal no interior do estabelecimento, em desconformidade com o artigo 4º, inciso I do decreto governamental. A mulher sofreu sanção administrativa. No sábado (16), o mesmo estabelecimento já havia sido advertido pelo funcionamento da ótica, que tem a mesma inscrição no CNPJ, e estava em desacordo com o decreto. Foi feito um auto de infração de multa no valor de R$ 10 mil e o responsável pelo estabelecimento conduzido até a Central de Atendimento da Cremação. Uma revistaria, considerada atividade não essencial, foi flagrada em pleno funcionamento dentro do supermercado no bairro da Cidade Velha. O local foi fechado e notificado. Um atacado e três lava-jatos no bairro da Pedreira também foram notificados. Cinco casais foram flagrados e notificados fazendo compras em supermercados nos bairros do Souza, Cidade Velha e Canudos. O decreto estabelece que apenas uma pessoa da família saia de casa para realizar atividades essenciais.


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2020/05/18/sem-seguir-lockdown-supermercados-vendem-celular-revistaria-abre-e-familias-saem-para-as-compras.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.