CLASSIFICADOS ON-LINE   |   CLASSIFICADOS IMPRESSO   |   DESENVOLVIMENTO DE SITES   |   GRÁFICA   |   MÍDIA INDOOR   |   REDES SOCIAIS   |   VÍDEOS ANIMADOS   |   NOTÍCIAS

Taxa de isolamento social em SP foi de 58% no domingo durante quarentena do coronavírus; índice ideal é de 70%


Taxa de isolamento social em SP foi de 58% no domingo durante quarentena do coronavírus; índice ideal é de 70%

Publicado em | 27 Abr 2020

Compartilhe:

Governo de São Paulo defende que isolamento deve ser de, no mínimo, 50%; ideal para conter propagação do coronavírus é 70%. A taxa de isolamento social no estado de São Paulo foi de 58% neste domingo (26), de acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi), que acompanha 104 municípios com mais de 70 mil habitantes através do monitoramento do sinal dos aparelhos de celular. "É nessa base e nesse patamar mínimo de 50% que nós temos que alcançar diariamente, não apenas aos finais de semana. Faço aqui um apelo para que a a população da capital e da região metropolitana tenham solidariedade com a vida, ficando em casa e permanecendo em casa", disse o governador João Doria (PSDB). O índice de isolamento ideal para conter a propagação do vírus é de 70%, no entanto, o governo de São Paulo acha que 50% é um índice aceitável durante a quarentena para evitar medidas mais rígidas para evitar aglomerações. Neste domingo (26), o estado de São Paulo registrou 1.700 mortes por coronavírus. Os óbitos ocorreram em 128 cidades diferentes, mas se concentram na capital, que tem 65% do total de mortes no estado. O interior, o litoral e as cidades da região metropolitana tiveram 1/3 dos casos fatais, o que mostra que a Covid-19, antes restrita à capital, está avançando para outras regiões do estado. 1.700 mortes por coronavírus. Os óbitos ocorreram em 128 cidades diferentes, mas se concentram na capital, que tem 65% do total de mortes no estado. O interior, o litoral e as cidades da região metropolitana tiveram 1/3 dos casos fatais, o que mostra que a Covid-19, antes restrita à capital, está avançando para outras regiões do estado. Distanciamento social cai em SP Pior sábado O governo de São Paulo anunciou que o estado registrou uma taxa de 52% de isolamento social no sábado (25). É uma alta em relação aos 48% da sexta-feira (24). Essa foi a pior taxa de isolamento social em um sábado desde o início da quarentena. Apesar da alta de um dia para o outro, na comparação com o sábado passado (18), o estado diminuiu o isolamento em 2 pontos percentuais, quando o índice estava em 54%. A quarentena no estado começou no dia 24 de março, desde então a taxa para o sábado variava entre 54% e 57%: 28 de março: 56% 4 de abril: 57% 11 de abril: 55% 18 de abril: 54% 25 de abril: 52% Variação da taxa de isolamento social em SP até o dia 25 de abril Arte G1 Mesmo assim, a taxa está dentro do que o governador João Doria (PSDB) estabeleceu para que o estado faça uma flexibilização da quarentena, que deverá ser anunciada no dia 8 de maio. "Se os brasileiros que vivem nas cidades que compõem a região metropolitana e na própria capital de São Paulo, não fizerem o isolamento com índice mínimo de 50%, que foi a recomendação da saúde, do comitê de saúde, nós revisaremos a decisão a ser anunciada no dia 8 de maio de flexibilização gradual do isolamento", disse Doria na sexta. O coordenador do Centro de Contingência ao Coronavírus em São Paulo, David Uip, disse que a alta taxa de isolamento social no interior do estado tem ajudado na diminuição da propagação da Covid-19 na região. "O interior, isto é uma projeção, deve estar atrasado em termos de epidemia de duas a três semanas, o que é uma ótima notícia, isto possibilita e possibilitou que o interior se programasse, se projetasse melhor", disse Uip. Flexibilização da quarentena O governo de São Paulo anunciou na quarta-feira (22), a flexibilização do isolamento social a partir do dia 11 de maio. No entanto, posteriormente, ele disse que pode rever a decisão caso a população não colabore com o isolamento ficando em casa. "Em uma pandemia como essa, quem determina os nossos passos são a saúde e a medicina. A saúde e a ciência e assim continuará a partir de 11 de maio, após o termino da atual quarentena que vai até 10 de maio. Vamos levar em conta situações locais, regionais e setores que possam retornar a economia com as devidas medidas de proteção", disse Doria. As autorizações para o funcionamento do comércio vão depender da situação específica de cada cidade ou região do estado. A reabertura deverá respeitar regras estabelecidas pelo governo. O uso de máscaras é uma delas. “A regionalização é extremamente importante porque o país já é heterogêneo, o estado também e com isso a gente precisa ter essa regionalização devido aos fatores críticos em cada uma delas”, afirmou o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann. Doria diz que pode rever flexibilização nas cidades onde isolamento for menor que 50% A quarentena teve início no dia 24 de março nos 645 municípios do estado e completou um mês nesta sexta-feira (24). Neste domingo, São Paulo registra 1.700 mortes pelo novo coronavírus e mais de 20 mil casos confirmados. As determinações para a reabertura são discutidas entre Henrique Meirelles, secretário da Fazenda e Planejamento e Patrícia Ellen, secretária do Desenvolvimento Econômico. Grupos de médicos, epidemiologistas, técnicos de governo, empresários e economistas também discutem o plano. Initial plugin text


Fonte: G1 > Rio de Janeiro
https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/04/27/taxa-de-isolamento-social-em-sp-foi-de-58percent-no-domingo-durante-quarentena-do-coronavirus-indice-ideal-e-de-70percent.ghtml


Boletim Informativo

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo e notícias de sua cidade ou região.


Copyright 2013-2020 Classificados da barra - (21) 4107-6698 / 3502-0876 / 96475-6947.
Classificados da Barra LTDA, CNPJ: 28.894.203/0001-98, Rua Esperança, 259 SL 01 , Vargem Grande, Rio de Janeiro/RJ, CEP: 22785-590 Todos os direitos são reservados. Proibido a reprodução sem a devida autorização.